Belo Horizonte mais sustentável com o Connected Smart Cities
A capital mineira recebe o Encontro Regional Sudeste Connected Smart Cities.
Publicado: 04/06/2018 15:00
Divulgação Divulgação

Conhecida por concentrar 62 instituições de ensino superior e possuir um dos maiores parques tecnológicos do país, a capital mineira vem implementando, por meio do Programa Estratégico “Belo Horizonte Cidade Inteligente, ações voltadas para o desenvolvimento da cidade e transformação dos serviços oferecidos, com o objetivo de proporcionar mais qualidade de vida à população. As novas tecnologias incorporadas fazem parte das ações sugeridas pelo Connected Smart Cities, iniciativa que tem o objetivo de desenvolver, nas cidades brasileiras, soluções inovadoras por meio da participação efetiva de empresas, entidades, governo e os cidadãos.

Os indicadores de desenvolvimento de Belo Horizonte e o Case de Desenvolvimento Sustentável da cidade, entre outros dados de capitais do Sudeste, serão apresentados no Encontro Regional Sudeste Connected Smart Cities, evento em parceria com a Prefeitura de Belo Horizonte e com apoio do Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (SEDECTES).  O Encontro será realizado no dia 06 de junho, no Auditório da Prefeitura de Belo Horizonte.


De acordo com o Ranking Connected Smart Cities Nacional, a capital mineira está na primeira colocação em Meio Ambiente e segunda em Saúde e Urbanismo. Já os projetos que compõem o programa Belo Horizonte Cidade Inteligente estão estruturados nos eixos Governança e Serviços ao Cidadão; Desenvolvimento Econômico e Urbanismo; Cultura Tecnológica e Inclusão Digital; Mobilidade e Segurança; Meio Ambiente, Sustentabilidade e Cidadania.

“Belo Horizonte é um polo tecnológico e temos indicadores importantes que precisam ser destacados, tais como: o quarto maior PIB do país, mais de 300 startups apenas no San Pedro Valley e 4 entidades que representam o setor de TI. Destaco, ainda, as iniciativas do Connected Smart Cities que têm contribuição efetiva nas ações com foco em tornar Belo Horizonte uma cidade inteligente, conectada e, principalmente, mais humana para os seus habitantes. No Encontro Regional Sudeste teremos, ainda, a oportunidade de apresentar o nosso projeto de iluminação pública, sendo o primeiro do país desenvolvido para essa área por meio de Parceria Público-Privada (PPP)”, enfatiza André Reis, Secretário de Planejamento, Orçamento e Gestão de Belo Horizonte.


O Secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Minas Gerais, Vinicius Rezende, destaca que o Governo tem desenvolvido projetos e iniciativas com grande impacto no Estado de Minas Gerais, como, por exemplo, os Agentes de Inovação, Meu Primeiro Negócio, além de políticas públicas que vem fortalecendo as cidades mineiras no cenário da inovação, sustentabilidade e cidades inteligentes. “O Governo de Minas Gerais trabalha para fomentar o ambiente de empreendedorismo e inovação no Estado, incentivando jovens a se envolverem com pesquisa e tecnologia. Nosso objetivo é aproximar grandes empresas e startups, gerando negócios e soluções inteligentes nas mais diversas áreas. A SEDECTES incentiva o debate de soluções para o desenvolvimento das cidades e apoia iniciativas como o Encontro Regional Sudeste Connected Smart Cities”, cita Rezende.

De acordo com Paula Faria, idealizadora do Connected Smart Cities e Diretora Executiva da Sator, o propósito do Connected Smart Cities é desenvolver e participar de ações que tenham como principal objetivo tornar as cidades brasileiras mais desenvolvidas e sustentáveis, onde os projetos implantados reflitam na qualidade de vida dos seus habitantes. “O nosso objetivo é unir forças, por meio da sinergia entre todos os envolvidos. Acreditamos e trabalhamos para que cada vez mais as nossas ações resultem em resultados efetivos, como os que temos acompanhado, por exemplo, em Belo Horizonte, Salvador, Florianópolis, Vitória, Recife, Fortaleza, entre outras cidades do país”, comenta.

 

A executiva ressalta, ainda: “Os Encontros Regionais permitem que o poder público avalie as melhores práticas de cidades inteligentes e, consequentemente, possa desenvolver ações que potencializem ainda mais os pontos fortes alcançados no Ranking Connected Smart Cities”, conclui. 

Encontro Regional Sudeste Connected Smart Cities

Além da capital mineira, que no Ranking Connected Smart Cities Nacional está na quarta colocação na classificação geral, o Encontro Regional Sudeste Connected Smart Cities apresentará indicadores de desenvolvimento das cidades de São Paulo/SP, Campinas/SP, Rio de Janeiro/RJ e Vitória/ES.


Serviço
Encontro Regional Sudeste Connected Smart Cities – Belo Horizonte/MG
Data:
06 de junho de 2018
Horário: Das 08h30 (Credenciamento) às 17h30
Local: Auditório da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte, localizado na Av. Afonso Pena, 1.212, Belo Horizonte/MG
As imagens do Connected Smart Cities podem ser acessadas por meio do link: bit.ly/2GbIJSj

CREDENCIAMENTO IMPRENSA: Os jornalistas deverão solicitar o credenciamento pelo e-mail: imprensa@sators.com.br ou Fone/Zap: (11) 99234-4911 (Jornalista Eliane Jerônimo Bueno).  É necessário informar: nome, função, veículo e contatos.

Sobre o Connected Smart Cities

O Connected Smart Cities, principal evento do setor no Brasil, é realizado pela Sator e envolve empresas, entidades e governos em uma plataforma que tem por missão encontrar o DNA de inovação e melhorias para cidades mais inteligentes e conectadas umas com as outras, sejam elas pequenas ou megacidades.
A 3ª edição do evento aconteceu em 2017, na capital paulista. Este ano, o encontro será realizado nos dias 4 e 5 de setembro, no Centro de Convenções Frei Caneca, em São Paulo/SP (Mais Informações: www.connectedsmartcities.com.br).

Ranking

O Ranking Connected Smart Cities foi desenvolvido pela Urban Systems, através de metodologia própria e exclusiva, em parceria com a Sator, empresa organizadora do evento homônimo.

Além de considerar os conceitos de cidades inteligentes, como tecnologia, meio ambiente e sustentabilidade, o Ranking Connected Smart Cities considera conceito de conectividade, investimentos em saneamento, importância da educação na formação e reprodução dos potenciais das cidades e sustentabilidade econômica. Feito com o objetivo de mapear as cidades com maior potencial de desenvolvimento no Brasil, por meio de indicadores que retratam inteligência, conexão e sustentabilidade, o Ranking é composto por indicadores de 11 principais setores: mobilidade, urbanismo, meio ambiente, energia, tecnologia e inovação, economia, educação, saúde, segurança, empreendedorismo e governança.
Todos os indicadores do Ranking Connected Smart Cities 2017 estão disponíveis em: www.connectedsmartcities.com.br/resultados-do-ranking-connected-smart-cities/

Sobre a Sator

Fundada em 2005, a empresa iniciou suas atividades como produtora de eventos,  oferecendo, ainda, serviços voltados para a comercialização e comunicação dos eventos que organizava. Recentemente, descobriu-se como uma organização desenvolvedora de plataformas de negócios, que consiste em identificar, planejar e desenvolver oportunidades por meio de encontros presenciais como seminários, feiras, rodadas de negócios, mídia online e impressa.


A Sator conta com ampla experiência na organização de eventos como a Airport Infra Expo, Labace, Latin American Business Aviation Conference & Exhibition (entre 2007 e 2010), a Feira Nacional de Aviação Civil (entre 2008 e 2010), o Broa Fly-in (2006 a 2008), o Connected Smart Cities (desde 2015), o PPP Awards & conference (desde 2017) e o Fórum de Mobilidade da  ANPTrilhos (em 2018).